Vereadores pressionam Governo Federal por liberação de empréstimos

Um grupo de vereadores irá a Brasília nos próximos dias para tratar da liberação de empréstimos internacionais para projetos em Fortaleza, que precisam do aval dos senadores para serem concretizados. "Como é financiamento internacional, o Governo Federal apenas cumpre o papel de assinar o contrato, de mediar na formalidade do documento, mas inexplicavelmente esses financiamentos já estão há meses nessa tramitação no Governo Federal, na Casa Civil", explicou o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho

Um grupo de vereadores irá a Brasília nos próximos dias para tratar da liberação de empréstimos internacionais para projetos em Fortaleza, que precisam do aval dos senadores para serem concretizados. "Como é financiamento internacional, o Governo Federal apenas cumpre o papel de assinar o contrato, de mediar na formalidade do documento, mas inexplicavelmente esses financiamentos já estão há meses nessa tramitação no Governo Federal, na Casa Civil", explicou o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho
Um grupo de vereadores irá a Brasília nos próximos dias para tratar da liberação de empréstimos internacionais para projetos em Fortaleza, que precisam do aval dos senadores para serem concretizados. "Como é financiamento internacional, o Governo Federal apenas cumpre o papel de assinar o contrato, de mediar na formalidade do documento, mas inexplicavelmente esses financiamentos já estão há meses nessa tramitação no Governo Federal, na Casa Civil", explicou o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - Um grupo de vereadores irá a Brasília para pressionar o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, a respeito da liberação do empréstimos internacionais para projetos na capital cearense, que precisam do aval dos senadores para serem concretizados.

"Como é financiamento internacional, o Governo Federal apenas cumpre o papel de assinar o contrato, de mediar na formalidade do documento, mas inexplicavelmente esses financiamentos já estão há meses nessa tramitação no Governo Federal, na Casa Civil, que tem que enviar para o Senado aprovar. Nós precisamos desse recurso, a cidade precisa de investimento e não é correto se não há nenhuma atecnia, nenhuma ilegalidade, não liberar o financiamento", explicou o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT).

De acordo com ele, os empréstimos somam mais de R$ 3,4 bilhões e serão utilizados na construção de novos Centros de Educação Infantil e escolas de tempo integral, além de novos Centros Urbanos de Cultura e Artes (Cuca's); na saúde, a construção de novas Policlínicas, ampliação da rede saneamento básico e de drenagem, ampliação dos BRT's, entre outros projetos.

(Com informações do jornal O Estado)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247