Vinicius Porto nega desistência de João

O presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Vinicius Porto (DEM), negou nesta terça (26), que o prefeito João Alves Filho (DEM) irá desistir de disputar a reeleição; ao longo do dia, através das redes sociais, a possibilidade de João não tentar a permanência no cargo foi bastante comentada, após o ex-deputado federal João Fontes afirmar que o prefeito não será candidato; segundo Porto, a viagem feita por João nada tem a ver com desistência; “Lógico que ele não desistirá da eleição, pelo contrário; João foi encontrar Agripino para conversar sobre as eleições; Não para desistir. Hoje, essa possibilidade não existe", afirmou

O presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Vinicius Porto (DEM), negou nesta terça (26), que o prefeito João Alves Filho (DEM) irá desistir de disputar a reeleição; ao longo do dia, através das redes sociais, a possibilidade de João não tentar a permanência no cargo foi bastante comentada, após o ex-deputado federal João Fontes afirmar que o prefeito não será candidato; segundo Porto, a viagem feita por João nada tem a ver com desistência; “Lógico que ele não desistirá da eleição, pelo contrário; João foi encontrar Agripino para conversar sobre as eleições; Não para desistir. Hoje, essa possibilidade não existe", afirmou
O presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Vinicius Porto (DEM), negou nesta terça (26), que o prefeito João Alves Filho (DEM) irá desistir de disputar a reeleição; ao longo do dia, através das redes sociais, a possibilidade de João não tentar a permanência no cargo foi bastante comentada, após o ex-deputado federal João Fontes afirmar que o prefeito não será candidato; segundo Porto, a viagem feita por João nada tem a ver com desistência; “Lógico que ele não desistirá da eleição, pelo contrário; João foi encontrar Agripino para conversar sobre as eleições; Não para desistir. Hoje, essa possibilidade não existe", afirmou (Foto: Valter Lima)

 Valter Lima, do Sergipe 247 - O presidente da Câmara de Vereadores de Aracaju, Vinicius Porto (DEM), negou nesta terça (26), que o prefeito João Alves Filho (DEM) irá desistir de disputar a reeleição. Ao longo do dia, através das redes sociais, a possibilidade de João não tentar a permanência no cargo foi bastante comentada, após o ex-deputado federal João Fontes afirmar que o prefeito não será candidato.

“É forte a pressão da família de João para ele desistir. João viajou para o Rio Grande do Norte com o objetivo de comunicar ao senador Agripino Maia, presidente do DEM, a sua decisão. As pesquisas estão influenciando a decisão do prefeito”, publicou João Fontes logo pela manhã em grupos de Whatsapp. No início da tarde, o ex-parlamentar disse que é vontade da senadora Maria do Carmo, esposa de João, e do filho deles, João Alves Neto, que o prefeito não concorra à reeleição.

Vinicius Porto disse que a viagem feita por João nada tem a ver com desistência da disputa. “Lógico que ele não desistirá da eleição. Pelo contrário. A Folha de S. Paulo no último domingo noticiou que o DEM se dedicará às reeleições de João em Aracaju e de ACM Neto em Salvador. João foi encontrar Agripino para conversar sobre as eleições. Não para desistir. Hoje, essa possibilidade não existe”, afirmou.

“O povo não vota em agrupamento”

Questionado sobre a perda de apoios de partidos, como o PRTB, e a adesão do grupo de Eduardo Amorim e André Moura (ambos do PSC) à pré-candidatura de Valadares Filho (PSB), Vinicius Porto minimizou a influência destes fatos na definição de João.

“Temos outros partidos na nossa base, como o DEM, o PSDB, o PEN, o PHS, o PPS e o SDD. Em Aracaju, o eleitor vota muito mais no candidato do que no agrupamento político. Não é o melhor grupo que o eleitor escolhe. É o melhor candidato, aquele que possui as melhores propostas, que transmite confiança e mostrar estar mais preparado. Em 2000, Marcelo Déda foi candidato a prefeito somente com o PT e o PCdoB e venceu a eleição. Quando o povo está do lado do candidato, não importa partidos”, disse.

Vinicius defendeu ainda a permanência de José Carlos Machado (PSDB) na vice. “Torço por Machado. Ele representa muito bem o grupo”, ressaltou. No último final de semana, ao tomar conhecimento do encaminhamento da aliança do PSC com Valadares Filho, o prefeito de Aracaju chamou Amorim e André para conversar e ofereceu a vaga de vice, que foi recusada. Segundo André, João demorou para compreender a importância desta composição.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247