Violência doméstica: Bahia e Salvador se destacam

Levantamento da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República aponta que a Bahia recebeu 512 denúncias de violência a cada grupo de 100 mil mulheres, no primeiro semestre de 2012

Violência doméstica: Bahia e Salvador se destacam
Violência doméstica: Bahia e Salvador se destacam (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Antes da Bahia vêm apenas os estados do Distrito Federal (625 por 100 mil) e do Pará (515). Em todo o Brasil, as estatísticas mostram que em 70% das reclamações feitas ao Ligue 180, a Central de Atendimento à Mulher, o companheiro é identificado como o agressor da violência doméstica.

O balanço das ligações foi divulgado nesta terça-feira (7), dia em que a Lei Maria da Penha completa seis anos de vigência. Somente nos primeiros seis meses deste ano, o Ligue 180 fez mais de 388 mil atendimentos.

Entre as capitais dos estados, encabeçam o ranking de maior número de atendimentos registrados Campo Grande (65,6 mulheres em cada 100 mil), Brasília (62,5), Vitória (51,7), Salvador (44,1) e São Luis (42,4).

Dados do Mapa da Violência 2012 divulgados em julho revelaram que a Bahia registra 5,6 assassinatos para cada 100 mil mulheres, ao passo em que a média brasileira é de 4,4.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email