Volume de água do Cantareira cai para 9,4%

Em quedas sucessivas há dez dias, nível de abastecimento do Sistema Cantareira, da região metropolitana de São Paulo, chegou nesta segunda-feira 24 a 9,4%, segundo dados da Sabesp; outros mananciais importantes no abastecimento do estado apresentaram queda hoje

   Vargem (SP)24 07 2014 sistema Cantareira foto Fernanda Carvalho Fotos Publicas
Vargem (SP)24 07 2014 sistema Cantareira foto Fernanda Carvalho Fotos Publicas (Foto: Gisele Federicce)

Camila Maciel - Repórter da Agência Brasil

Em quedas sucessivas há dez dias, o volume de água armazenado no Sistema Cantareira chegou hoje (24) a 9,4%. Os dados fazem parte do levantamento diário divulgado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo. No dia 15, começou a ser bombeada a segunda parte do volume morto, água que fica abaixo do nível das comportas.

A reserva técnica acrescentou 105 bilhões de litros ao volume útil do sistema. Este é o último recurso de armazenamento disponível. A primeira parte da reserva foi incluída no dia 16 de maio, após obras para a instalação de bombas, e incorporou 182,5 bilhões de litros de água ao Sistema Cantareira.

Outros mananciais importantes no abastecimento de São Paulo apresentaram queda hoje. O volume armazenado no Alto Tietê, segundo mais importante da cidade, passou de 6,1% para 5,9%; no Guarapiranga, na zona sul da capital, o nível caiu de 32,3% para 32,2%; no Rio Grande, de 63,8% para 63,4%; e no Rio Claro, de 31,9% para 31,3%. O Alto Cotia, por sua vez, ficou estável em 28%.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247