Wagner baixa decreto para enxugar a máquina

Decreto nº 14.682 de 31 de julho de 2013 "limita as despesas com manutenção, desenvolvimento de projetos e atividades das secretarias de Estado e demais órgãos vinculados ao Poder Executivo" e é válido para o custeio da máquina neste segundo semestre; medida já entrou em vigor com publicação no Diário Oficial do Estado de hoje; objetivo é "manter na execução orçamentária o equilíbrio das contas públicas e o cumprimento das metas fiscais estabelecidas para o exercício financeiro deste ano"

Wagner baixa decreto para enxugar a máquina
Wagner baixa decreto para enxugar a máquina
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Depois de convocar todos os secretários para pedir contenção de gastos nas suas respectivas pastas, o governador Jaques Wagner (PT) assinou nesta quinta-feira (1) o decreto nº 14.682 de 31 de julho de 2013, que limita as despesas com "manutenção, desenvolvimento de projetos e atividades das secretarias de Estado e demais órgãos vinculados ao Poder Executivo".

Decreto é válido para o custeio da máquina neste segundo semestre e já entrou em vigor com publicação no Diário Oficial do Estado de hoje.

De acordo com o que está especificado na publicação, o objetivo é manter na execução orçamentária o equilíbrio das contas públicas e o cumprimento das metas fiscais estabelecidas para o exercício financeiro deste ano.

Ainda segundo o decreto, os órgãos deverão encaminhar à Secretaria do Planejamento (Seplan) até o próximo dia 5 a indicação das ações a serem contingenciadas e respectivos valores.

Iniciativa do governador integra a chamada 'agenda positiva' dos políticos, cujo objetivo é o de atender aos anseios populares expressados nas manifestações que tomaram as ruas do Brasil em junho pedindo melhorias em áreas básicas da sociedade, fim da corrupção e gastança do dinheiro público.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247