Wanderlei diz que Lelis brigou para manter greve

O deputado Wanderlei Barbosa questionou também as declarações de Marcelo Lelis de que as renúncias do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) e do ex-vice-governador João Oliveira (DEM) são um "golpe", acrescentando que a Assembleia tem legitimidade para elegr o novo governador e que as eleições de outubro será o momento da escolha da população; "Então, onde está o golpe? O senhor fala de uso da máquina, mas não reclamou quando a máquina agiu em seu favor em 2012, e vossa excelência responde processo na Justiça por isso

O deputado Wanderlei Barbosa questionou também as declarações de Marcelo Lelis de que as renúncias do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) e do ex-vice-governador João Oliveira (DEM) são um "golpe", acrescentando que a Assembleia tem legitimidade para elegr o novo governador e que as eleições de outubro será o momento da escolha da população; "Então, onde está o golpe? O senhor fala de uso da máquina, mas não reclamou quando a máquina agiu em seu favor em 2012, e vossa excelência responde processo na Justiça por isso
O deputado Wanderlei Barbosa questionou também as declarações de Marcelo Lelis de que as renúncias do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) e do ex-vice-governador João Oliveira (DEM) são um "golpe", acrescentando que a Assembleia tem legitimidade para elegr o novo governador e que as eleições de outubro será o momento da escolha da população; "Então, onde está o golpe? O senhor fala de uso da máquina, mas não reclamou quando a máquina agiu em seu favor em 2012, e vossa excelência responde processo na Justiça por isso (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O deputado estadual Wanderlei Barbosa (SD) desferiu nesta quarta-feira, 23, na Assembleia Legislativa, críticas virulentas contra o colega de parlamento e pré-candidato a governador nas eleições indiretas, Marcelo Lelis (PV). O deputado do Solidariedade disse que, durante reunião com representantes do Sindicato dos trabalhadores em Educação no Tocantins (Sintet), para tratar da suspensão da greve dos professores do Estado, Lelis estaria trabalhando para a continuidade da greve e por consequência prejudicando os 180 mil alunos da rede estadual, que estavam sem aulas.

Em seu discurso, Wanderlei Barbosa, que é presidente da Comissão de Educação da Assembleia, lembrou que é papel da Assembleia conduzir as negociações durante greve de servidores e elogiou a atuação da deputada Josi Nunes (PMDB), que apesar de ser de oposição, teria atuado no sentido de solucionar o impasse. “Me causa tristeza, ouvir após quase um mês de greve, alguém usar a sua força para tentar impedir a negociação que beneficia a população”, declarou Barbosa.

Segundo o presidente da Comissão de Educação, durante a reunião do Sintet na Assembleia, Lelis teria dito que “a greve não poderia acabar”. “O processo eleitoral não pode ser mais importante que a vida das pessoas desse Estado”, afirmou Barbosa, acrescentando ainda que a greve “municia e ajuda no seu projeto [do deputado Marcelo Lelis] de chegar ao Governo”.

O deputado Wanderlei Barbosa questionou também as declarações de Marcelo Lelis de que as renúncias do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) e do ex-vice-governador João Oliveira (DEM) são um "golpe", acrescentando que a Assembleia tem legitimidade para elegr o novo governador e que as eleições de outubro será o momento da escolha da população. "Então, onde está o golpe? O senhor fala de uso da máquina, mas não reclamou quando a máquina agiu em seu favor em 2012, e vossa excelência responde processo na Justiça por isso. Mas, mesmo assim, a máquina não deu conta de empurrar vossa excelência para a prefeitura", afirmou Barbosa, se referindo ao fato de Lelis ter tido o apoio do governo do Estado na campanha para prefeito em 2012 e não ter sido eleito. 

Em resposta, o deputado Marcelo Lelis parabenizou os professores pela iniciativa da greve, e admitiu que defendeu a continuidade da paralisação até que os direitos reivindicados pelos professores fossem concedidos, mas não comentou o processo por utilização da máquina na eleição de 2012.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247