Williams confirma Senna e aposenta Barrichello

Uma das mais tradicionais equipes de F1 fecha com o brasileiro e deixa mais experiente piloto da categoria com apenas uma opo, a espanhola HRT, se quiser continuar a correr

Williams confirma Senna e aposenta Barrichello
Williams confirma Senna e aposenta Barrichello (Foto: Divulgação / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A vaga na Williams que durante os últimos dois anos foi de Rubinho Barrichello agora pertence oficialmente a outro brasileiro. Bruno Senna acertou com a equipe e vai integrar o time que há 18 anos tinha seu tio, Ayrton Senna, como estrela. Naquele ano, Rubinho estava começando, e, agora recordista de temporadas disputadas, pode ser obrigado a se aposentar – resta agora apenas um carro, da inexpressiva empresa espanhola HRT.

Senna será companheiro do venezuelano Pastor Maldonado, que chegou à equipe no ano passado. O negócio só foi possível graças ao apoio financeiro de empresas, entre elas o grupo de Eike Batista (leia mais), que reuniram cerca de R$ 30 milhões para bancar o brasileiro no grid.

“Fala galera. Pois é, não estarei guiando o carro da Williams este ano. Desejo ao meu amigo Bruno Senna muita sorte”, postou Rubinho em seu perfil pessoal do Twitter. Ele afirmou ainda que “o futuro está em aberto”, mas, certamente, as portas estão cada vez mais fechadas diante de sua já avançada idade.

A espanhola HRT, única equipe que ainda não definiu seu segundo piloto, foi justamente na qual estreou Bruno Senna, em 2010. Mesmo colecionando resultados ruins devido à falta de estrutura suficiente, conseguiu ser contratado pela Lotus como piloto reserva. Ocupou tal posição até a demissão do alemão Nick Heidfeld, que desagradou os dirigentes e deixou o cargo de piloto titular para o brasileiro.

Com 28 anos, foram 26 corridas de Senna, sendo um nono lugar no ano passado sua melhor colocação. Agora, ele tem a oportunidade de provar sua qualidade em uma das equipes mais tradicionais da categoria. Além de Barrichello, outro piloto que ficou de fora do grid da próxima temporada foi Adrian Sutil, que correu até o ano passado pela Force India.

Os brasileiros colocaram o tema entre os mais comentados do Twitter nesta terça-feira e manifestaram apoio a Bruno Senna. “Bruno Senna na Williams? Adorei!” exaltou @fernandamorelli. Já @crisnenentico lamentou a falta de espaço para brasileiros: “Na verdade torcia tanto pro Bruno Senna quanto pro Rubinho, mas o carro era um só, né, a vaga era uma só...”

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email