Equipe do governo de transição propõe criação de força nacional de segurança ambiental

Aumento do número de fiscais do Ibama também é uma das prioridades para combater crimes ambientais

www.brasil247.com - Lula e indígenas na Amazônia
Lula e indígenas na Amazônia (Foto: Ricardo Stuckert)


247 - O grupo de trabalho responsável pela área de meio ambiente na equipe de transição de Lula (PT) defende a criação de uma força nacional ambiental e o aumento do número de fiscais do Ibama que atuam em campo. As propostas constarão de relatório preliminar que deve ser entregue nesta quarta-feira (30), informa o Painel da Folha de S.Paulo.

No caso da força ambiental, o modelo é o das equipes que reforçam a segurança pública em estados atingidos por situações de crise, compostas por policiais militares cedidos pelos governadores.

Outra prioridade é recompor a estrutura de fiscalização, desfeita durante o governo de Jair Bolsonaro. 

Também está em cogitação a revogação de decretos que dificultam a aplicação de multas para desmatadores e a destruição de máquinas usadas para derrubar a floresta.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247