John Kerry critica reversão da legislação ambiental promovida pelo "regime Bolsonaro"

O representante especial para o Clima dos Estados Unidos disse que os EUA estão dispostos a conversar com o Brasil, mas "não com tapa-olhos"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O representante especial para o Clima dos Estados Unidos, John Kerry, criticou nesta quarta-feira (12) a reversão da legislação ambiental promovida pelo "regime Bolsonaro". Ele disse que os EUA estão dispostos a conversar com o Brasil, mas "não com tapa-olhos". 

"Em 2020 e 2021, a Amazônia alcançou uma alta de 12 anos em seus índices de desmatamento. Infelizmente, o regime de Bolsonaro reverteu parte da fiscalização ambiental", disse Kerry em sessão no Capitólio.

“Estamos dispostos a conversar com eles, não com tapa-olhos, mas sabendo onde já estivemos”.

Ele afirmou ainda que o Brasil “agora diz estar comprometido a aumentar o orçamento” e que os EUA estão tentando montar “uma nova estrutura de verificação e responsabilização” pelo desmatamento.

“Esperamos que a intenção possa ser traduzida em ação efetiva e verificável”, completou.

Com informações do PBS News.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email