Ministério declara emergência em saúde pública para os índios Yanomami

A ministra Nísia Trindade assinou a medida publicada em edição extra do ‘Diário Oficial da União’

www.brasil247.com - Nísia Trindade e índios desnutridos
Nísia Trindade e índios desnutridos (Foto: Walterson Rosa/MS | Condisi-YY/Divulgação)


247 - A ministra Nísia Trindade declarou emergência em saúde pública para oferecer ajuda sanitária aos povos que vivem no território Yanomami, em Roraima. A titular da pasta assinou a medida nessa sexta-feira, 20, quando a portaria foi publicada em edição extra do ‘Diário Oficial da União’.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, desde o começo da semana, técnicos do Ministério da Saúde estão na terra indígena, onde habitam 30,4 mil pessoas.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, anunciaram que visitarão Roraima, neste sábado, 21, para acompanhar as ações diante da crise humanitária dessa população.

Quatro ministérios - Povos Indígenas, da Saúde, da Justiça e Desenvolvimento Social - estão envolvidos nas articulações para ajudar os indígenas. 

Números da plataforma Sumaúma apontaram que 570 crianças ianomâmi com menos de 5 anos morreram de causas evitáveis durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247