Secretário diz que mais de mil indígenas Yanomami em estado grave foram resgatados nos últimos dias

Equipes de saúde em Roraima para ajudar índios, que sofrem, principalmente, de malária e desnutrição grave

www.brasil247.com - Weibe Tapeba
Weibe Tapeba (Foto: Walterson Rosa/Ministério da Saúde)


247 - O secretário de Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde, Weibe Tapeba, estima que mais de mil indígenas em estado de saúde grave foram resgatados da Terra Indígena Yanomami nos últimos dias por equipes do Ministério da Saúde que atuam de forma emergencial comunidades dentro da reserva. A estimativa é do divulgada nesta terça-feira (23) em coletiva à imprensa em Boa Vista, capital de Roraima. 

De acordo com o portal G1, as equipes estão na reserva desde o dia 16 de janeiro para ajudar os índios, que sofrem, principalmente, com malária e com desnutrição grave. "Nós acreditamos que mais de mil indígenas foram resgatados nesses últimos dias do território para não morrer", afirmou. 

Em uma semana, o único hospital infantil do estado recebeu 29 crianças Yanomami doentes.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247