Candidato a embaixador, Eduardo Bolsonaro se reúne com Bannon, guru do neofascismo, para discutir clima e Amazônia

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que pretende ser embaixador de Jair Bolsonaro nos Estados Unidos, também fez propaganda de seu encontro com Steve Bannon. "Prazer encontrar hoje com Steve Bannon e conversar, dentre outros temas, sobre como a Amazônia é usada pelo establishment internacional [globalistas] para atacar o Brasil e o Presidente Bolsonaro", afirmou

Eduardo Bolsonaro e Steve Bannon
Eduardo Bolsonaro e Steve Bannon (Foto: Reprodução/Twitter)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputinik – Encontro acontece na véspera do discurso do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU, marcado para as 10h de terça-feira (23).

Em viagem a Nova York, onde acampanha o seu pai durante a Assembleia Geral da ONU, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) se reuniu nesta segunda-feira (23) com o ex-assessor de Donald Trump, Steve Bannon.

Em postagem no Twitter, o deputado federal disse que conversou com o estrategista norte-americano sobre a Amazônia, entre outros temas.

"Prazer encontrar hoje com Steve Bannon e conversar, dentre outros temas, sobre como a Amazônia é usada pelo establishment internacional [globalistas] para atacar o Brasil e o Presidente Bolsonaro", afirmou.

​"O interesse não é cuidar dos índios ou da floresta e sim em construir a narrativa para amanhã pleitear - mais uma vez - a sua internacionalização. Ninguém preserva mais do que o Brasil, existem interesses por trás desse discurso "paz e amor" de alguns chefes de Estado", acrescentou em outra postagem logo em seguida.

Steve Bannon, que também é líder do movimento conservador The Movement, foi demitido da Casa Branca em 2017. Desde então vem promovendo uma onda de nacionalismo de direita em uma série de países ao redor do mundo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email