“A Elite do Atraso”, de Jessé de Souza, entra na lista de livros mais vendidos da Publishnews

O livro “A Elite do Atraso: da escravidão à Lava Jato” entrou no nono lugar da categoria Não Ficção do ranking da PublishNews, uma das mais relevantes listas de obras mais vendidas no Brasil; o livro do sociólogo Jessé de Souza, professor e ex-presidente do Ipea, também esteve na lista de mais vendidos da revista Veja e foi a obra mais vendida da Livraria da Folha; a obra critica a Operação Lava Jato mostrando suas raízes no racismo e na desigualdade social brasileira

O livro “A Elite do Atraso: da escravidão à Lava Jato” entrou no nono lugar da categoria Não Ficção do ranking da PublishNews, uma das mais relevantes listas de obras mais vendidas no Brasil; o livro do sociólogo Jessé de Souza, professor e ex-presidente do Ipea, também esteve na lista de mais vendidos da revista Veja e foi a obra mais vendida da Livraria da Folha; a obra critica a Operação Lava Jato mostrando suas raízes no racismo e na desigualdade social brasileira
O livro “A Elite do Atraso: da escravidão à Lava Jato” entrou no nono lugar da categoria Não Ficção do ranking da PublishNews, uma das mais relevantes listas de obras mais vendidas no Brasil; o livro do sociólogo Jessé de Souza, professor e ex-presidente do Ipea, também esteve na lista de mais vendidos da revista Veja e foi a obra mais vendida da Livraria da Folha; a obra critica a Operação Lava Jato mostrando suas raízes no racismo e na desigualdade social brasileira (Foto: Charles Nisz)

247 - Na última semana de 2017, o livro “A Elite do Atraso: da escravidão à Lava Jato” entrou no nono lugar da categoria Não Ficção do ranking da PublishNews, uma das mais relevantes listas de obras mais vendidas no Brasil. O livro do sociólogo Jessé de Souza, professor e ex-presidente do Ipea, também esteve na lista de mais vendidos da revista Veja e foi a obra mais vendida da Livraria da Folha.

A obra critica a Operação Lava Jato mostrando suas raízes no racismo e na desigualdade social brasileira. O desempenho de vendas do livro mostra a demanda da sociedade por obras mais críticas à Lava Jato. A Publishnews informa em seu site que o ranking é elaborado a partir da soma das vendas nas livrarias Argumento, Cultura, Curitiba, FNAC, Laselva, Leitura, Livraria da Vila, Martins Fontes SP, Nobel, Saraiva, SuperNews e Travessa.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247