CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mídia

A morte anunciada de um jornal

Tabloide britnico que grampeava telefones publica sua ltima edio

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

A última edição do tabloide britânico News of the World foi preparada neste sábado, após um escândalo de grampo telefônico provocar o fechamento do jornal de 168 anos. Rupert Murdoch, dono de um império da mídia que inclui o tabloide, chegará em Londres amanhã, segundo uma pessoa próxima de Murdoch, coincidindo com a última edição do tabloide.

As alegações que levaram ao fechamento do jornal são de que alguns de seus jornalistas pagaram à polícia britânica por informações e fizeram escuta ilegais em telefones de celebridades, políticos e outras figuras públicas. Além disso, o caso ganhou força com a notícia de que havia sido grampeado em 2002 um celular de uma menina desaparecida, Milly Dowler, que foi assassinada.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Imagens divulgadas pela Sky News sobre os preparativos da última edição do tabloide em Londres mostrou um dia normal de trabalho em uma redação cheia de jornalistas.

A polícia prendeu ontem Andy Coulson, ex-porta-voz do primeiro-ministro britânico, David Cameron, e editor do jornal entre 2003 e 2007, que foi depois libertado sob fiança. Cameron comentou a crise e anunciou uma investigação independente do caso. Coulson havia deixado o posto de porta-voz do premiê David Cameron mais cedo neste ano, por causa do caso de grampos em seu emprego anterior.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Clive Goodman, ex-editor para assuntos da reais do News of the World que cumpriu pena de prisão em 2007 por grampear telefones de auxiliares da realeza, também foi detido e solto sob fiança ontem. Em 2007, o jornalista que cobria a realeza e um investigador privado trabalhando para o tabloide foram presos, após uma investigação culpá-los por grampear mensagens de telefone de alguns membros da família real.

Coulson deixou o cargo de editor do jornal em 2007, dizendo que assumia a responsabilidade pelos grampos ocorridos enquanto ele estava no comando, mesmo afirmando que não sabia nada sobre eles. Quando Cameron assumiu como primeiro-ministro, em maio de 2010, chamou Coulson para chefiar a área de comunicação do governo, o que gerou várias críticas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO