Abril vende Elemídia com perda de R$ 10 milhões

Grupo Abril fecha mais uma porta; o Elemídia, comprado pela companhia em 2012, por cerca de R$ 110 milhões, está sendo vendido ao fundo Victoria Partners por R$ 100 milhões; necessidade de caixa é premente para líderes Giancarlo e Victor Civita Neto, e Fábio Barbosa; Novo Edifício Abril (NEA) poderá ter oito andares alugados, para aliviar despesas; revistas foram fechadas e pessoal demitido

Grupo Abril fecha mais uma porta; o Elemídia, comprado pela companhia em 2012, por cerca de R$ 110 milhões, está sendo vendido ao fundo Victoria Partners por R$ 100 milhões; necessidade de caixa é premente para líderes Giancarlo e Victor Civita Neto, e Fábio Barbosa; Novo Edifício Abril (NEA) poderá ter oito andares alugados, para aliviar despesas; revistas foram fechadas e pessoal demitido
Grupo Abril fecha mais uma porta; o Elemídia, comprado pela companhia em 2012, por cerca de R$ 110 milhões, está sendo vendido ao fundo Victoria Partners por R$ 100 milhões; necessidade de caixa é premente para líderes Giancarlo e Victor Civita Neto, e Fábio Barbosa; Novo Edifício Abril (NEA) poderá ter oito andares alugados, para aliviar despesas; revistas foram fechadas e pessoal demitido (Foto: Ana Pupulin)

247 – Sob a iminência de emagrecer oito andares, a Novo Edifício Abril, também conhecido como Poderoso NEA, vai perder mais um inquilino. O grupo Abril, dos três presidentes Giancarlo Civita, Fábio Barbosa e Victor Civita Net, está fechando a venda do Elemída. A empresa foi comprada pela Abril em duas vezes, a primeira em 2010, quando adquiriu 70% por R$ 80 milhões, e em seguida em 2012, quando aumentou a aposta em pelo menos mais R$ 30 milhões, ao arrematar o restante da família Forjaz.

Agora, por R$ 100 milhões, segundo rumores de mercado, o Elemídia com seus 20 mil pontos de mídia externa na América do Sul está indo para o fundo Victoria Partners. Além de perder R$ 10 milhões na saída do negócio, o grupo Abril também se desfaz de um negócio promissor, que, pelo visto, não soube aproveitar.

Os especialistas são unânimes em projetar o crescimento da mídia externa e sua valoração comercial. A Elemídia é líder do mercado, deixando o portal Terra, com 1,8 mil monitores externos, num distante segundo lugar. O Victoria Partners já deixa vazar que pretende incrementar a área de informações financeiras no circuito Elemídia.

A venda demonstra a premente necessidade de caixa da Abril e de seus sócios sul-africanos do grupo Naspers. Doias meses atrás, a fatia ainda lucrativa do grupo - a Abri Educação - teve 20% vendidos para investidores americanos do grupo Tarpon.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247