Agência de checagem prova que Lindbergh foi vítima de fake news

A agência Aos Fatos demonstrou ser falso que um vídeo que teria flagrado o ex-senador Lindbergh Farias (PT-RJ) comprando drogas no morro do Vidigal e foi espalhado nas redes sociais por milícias digitais de extrema direita. Lindbergh diz que irá processar os autores da fake news

Brasília - Senador Lindbergh Farias durante a defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff em sessão de julgamento do impeachment, no Senado (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - Senador Lindbergh Farias durante a defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff em sessão de julgamento do impeachment, no Senado (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agênci)

Por Luiz Fernando Menezes, na Agência aos Fatos – É falso que um vídeo tenha flagrado o ex-senador Lindbergh Farias (PT-RJ) comprando drogas no morro do Vidigal, na Zona Sul do Rio, como sustentam publicações nas redes sociais (veja aqui). As imagens mostram apenas o petista esperando, e depois embarcando, em uma kombi na subida da favela, onde esteve para uma confraternização política no sábado (13). A presença dele no evento foi confirmada por uma foto e pelos deputados Benedita da Silva (PT-RJ) e Waldeck Carneiro (PT), que também estavam no local. Farias disse que vai denunciar o caso à polícia.

A desinformação a partir do vídeo tem sido difundida principalmente pelo WhatsApp, onde não é possível medir com precisão seu alcance. O material foi enviado como sugestão de checagem por leitores do Aos Fatos no aplicativo de mensagens (inscreva-se aqui). No Facebook, publicações enganosas já reúnem ao menos 2.000 compartilhamentos nesta terça-feira (15) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona).

Leia a íntegra na Aos Fatos

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247