Alberto Carlos Almeida: manifestações foram medianas e antidemocráticas

Para o cientista político, as manifestações realizadas neste domingo 26 em defesa de Jair Bolsonaro foram "contra a democracia, contra as instituições democráticas, o Judiciário... contra pessoas eleitas, promovidas pelo presidente da República, que fez elogios a elas"

Alberto Carlos Almeida: manifestações foram medianas e antidemocráticas
Alberto Carlos Almeida: manifestações foram medianas e antidemocráticas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  Na avaliação do cientista político e escritor Alberto Carlos Almeida, as manifestações deste domingo 26 em defesa do governo Jair Bolsonaro "foram médias" e "antidemocráticas". Ele recorda que a avaliação, caso as manifestações tivessem sido pequenas, seria de que "o governo não teria conseguido mobilizar sua base e as grandes seriam motivo para radicalização".

"Digamos que tenham sido medianas. Apenas São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre tiveram algum destaque", opina, em entrevista à TV 247.

Para ele, é importante, porém, destacar "o caráter simbólico delas", como o fato de o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ter sido alvo de cartazes, bonecos, assim como o Centrão e o Supremo Tribunal Federal.

"Foram manifestações contra a democracia, contra as instituições democráticas, o Judiciário... contra pessoas eleitas, promovidas pelo presidente da República, que fez elogios a elas", afirmou.

O analista imagina agora "algum tipo de retaliação" por parte do Congresso após os atos, que deram "mais razões" para que os parlamentares "continuem dificultando a vida do governo". 

Já as manifestações do dia 15 de maio, em defesa da Educação, "ampliou, colocou mais gente para além da esquerda", avalia ainda Almeida. "A de ontem não, ela reduziu. O que nós vimos ontem foi o Bolsonaro sendo fiel ao seu discurso de campanha, antipolítica".

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247