Alvo do machismo bolsonarista, Vera Magalhães defendeu o massacre sofrido por Manuela D’Ávila num Roda Viva: “mimimi”

"A jornalista Vera Magalhães vem sendo alvo da canalha digital a serviço de Bolsonaro", relata o jornalista kiko Nogueira. "No entanto, Vera era heroína dessa escumalha até ontem e costumava desqualificar como mimimi quando o alvo eram mulheres de esquerda", diz ele

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Kiko Nogueira, no DCM: A jornalista Vera Magalhães vem sendo alvo da canalha digital a serviço de Bolsonaro, que a está atacando após Vera relatar que o presidente divulgou vídeos conclamando para o ato anti-Congresso de março.

Vera era heroína dessa escumalha até ontem e costumava desqualificar como mimimi quando o alvo eram mulheres de esquerda. 

Em 27 de junho de 2018, nosso colunista Miguel Enríquez publicou no DCM sobre os comentários de Vera Magalhães, então na bolsonarista Jovem Pan, a respeito do tratamento escandaloso dispensado a Manuela D’Ávila num Roda Viva, interrompida mais de 40 vezes e depois enxovalhada pelos mesmos que agora a difamam.

O comentário de Vera Magalhães começa a 1 minuto e 39 segundos do vídeo abaixo:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247