Ameaça ao reino do Google

Empresa est a caminho do Tribunal por monoplio no mercado de buscas

Siga o Brasil 247 no Google News

247 – A liderança do Google no mercado de buscas na Internet é motivo de comemoração para seus executivos. Por outro lado, o governo dos Estados Unidos quer levar a companhia ao Tribunal, em uma investigação antitruste. A notícia foi revelada à Bloomberg por fontes não identificadas e envolvidas no meio.

Antes de começar a investigação, entretanto, o órgão americano aguarda a decisão do Departamento de Justiça a respeito da compra da ITA Software pelo Google, um negócio alvo de polêmica no país por colocar a companhia como dominante nas buscas de viagens e turismo. A decisão sobre a aquisição da empresa deve ser anunciada em breve, acrescentaram as fontes à Bloomberg.

Em março, o Google já havia sido impedido de dar sequência a um de seus maiores projetos, o Google Books, que tinha como foco criar a maior biblioteca do mundo. Uma decisão judicial recusou o acordo feito em 2008 com a Associação dos Editores Americanos e com o Sindicato dos Autores, que dava à empresa o direito de escanear qualquer livro já publicado. Um dos motivos alegados pelo juiz foi que o acordo daria à companhia o monopólio do negócio.

O Google também é alvo de investigação da Comissão Europeia pelo mesmo motivo. Por conta da investigação americana iminente, a Bloomberg informou que as ações da empresa caíram 3,16% no pregão desta terça-feira, 5, na bolsa eletrônica Nasdaq, fechando a US$ 18,59.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email