Lula ao vivo à TV 247: eu tinha convicção em 2018 que eu ganharia as eleições, como tive em 2002

Assista neste momento entrevista concedida pelo ex-presidente Lula aos jornalistas Leonardo Attuch, Tereza Cruvinel e Gustavo Conde, da TV 247

Ex-presidente Lula
Ex-presidente Lula (Foto: Reprodução/vídeo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Lula concede na manhã desta quarta-feira 27, da sede do PT em São Paulo, uma entrevista à equipe do Brasil 247. Participam da conversa com o ex-presidente os jornalistas Leonardo Attuch, diretor e fundador do 247, além de Tereza Cruvinel e Gustavo Conde.

Lula começou a entrevista falando que "aprendeu a viver dentro da prisão" e sobre como está desfrutando a liberdade nesses últimos dias, desde 8 de novembro, quando ganhou a liberdade após 580 dias preso. "A liberdade é algo que não tem preço", disse. 

O ex-presidente  descreveu que "o pior da prisão era o sábado e domingo", quando não recebia visitas. E "o melhor momento foi quando conseguimos colocar a Janjinha como integrante da família, e ela passou a poder me visitar", acrescentou, sobre sua namorada. 

O melhor momento fora da prisão, até aqui, foi o "encontro com aquele povo da Vigília", disse o ex-presidente, sobre o grupo que ficou acampado em frente à Polícia Federal durante os 580 dias de sua prisão. "Foi algo gratificante, vou carregar para o resto da vida".

Um dos momentos mais difíceis para Lula, segundo ele, foi quando soube que seria barrado da disputa presidencial de 2018, uma eleição que tinha certeza que venceria, conforme revelou. "Eu tinha certeza de que ganharia do Bolsonaro. A mesma certeza que eu tive em 2002. Eu nunca tive dúvida que ganharia do Serra".

"Foi realmente uma semana complicada para a minha cabeça", acrescentou, sobre a notícia de que não seria candidato. "Eu sabia que o Haddad era um cara preparado, que eu tenho total confiança. Não era pelo fato de ser o Haddad, era pelo fato de terem me tirado um sonho", contou. Lula disse ainda que acharia "fantástico" ter vencido a eleição de dentro da prisão.

Inscreva-se na TV 247 e participe do bate-papo:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247