Apoio a Moro e Bolsonaro cai 32% nas redes sociais

O apoio a Moro e Bolsonaro caiu 32% nas redes sociais; segundo levantamento do Reconta aí, os atos que geraram 853 mil tuítes em 26 de maio, de acordo com a própria rede social, diminuíram 68,7% ontem

www.brasil247.com -
(Foto: REUTERS/Adriano Machado)


247 - O governo Jair Bolsonaro, seu ministro da Justiça Sérgio Moro e seus aliados habituais podem até negar o enfraquecimento dos movimentos de apoio nas ruas durante as manifestações de ontem (30), mas no Twitter a queda é inevitável: o slogan “desMoronou” faz agora todo o sentido em números coletados nas redes sociais pelo monitoramento do Reconta Aí. A reportagem é do site Reconta Ai.

Estagnação e queda

É a segunda manifestação convocada por apoiadores do governo num período de 30 dias. Como o governo se atropela, as pautas dos atos seguem o mesmo rumo. O que era para ser em defesa da Reforma da Previdência, do ministro e do governo, acabou como uma defesa do indefensável: ataques ao Congresso e ao STF.

A queda

Nessa toada, os atos que geraram 853 mil tuítes em 26 de maio, de acordo com a própria rede social, diminuíram para 68,7% ontem. De acordo com o monitoramento do Reconta aí, foram 586 mil tuítes até 20h21 de domingo (30). #EuVejoEuOuço o Moro esvaziando.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os mesmos apoios

Os apoios vieram do lugar habitual. Mais de 11 mil publicações foram retuítes de postagens da deputada federal Carla Zambelli. Álvaro Dias e Bia Kicis também deram aquela força. Já sobre a Reforma da Previdência… Só 4,41% das ocorrências coletadas se referiram ao projeto. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email