Após ataque a Jean Wyllys na ONU, delegação brasileira também o ataca nas redes

Após a embaixadora do Brasil na ONU, Maria Nazareth Farani Azevedo, protagonizar um bate-boca com o ex-deputado Jean Wyllys, agora exilado na Europa, a página oficial da delegação brasileira em Genebra publicou ataques a ele no Twiter; a página mostrou a cena e afirmou que "ex-deputado vestido de vermelho" demonstrou "incapacidade de aceitar o resultado das urnas"; Jean Wyllys não deu importância ao ataque; a página da delegação brasileira tem 229 seguidores no Twitter; a de Jean, 764 mil.

Após ataque a Jean Wyllys na ONU, delegação brasileira também o ataca nas redes
Após ataque a Jean Wyllys na ONU, delegação brasileira também o ataca nas redes (Foto: GABRIELA KOROSSY/AG. CÂMARA)

247 - Após a embaixadora do Brasil na ONU, Maria Nazareth Farani Azevedo, protagonizar um bate-boca com o ex-deputado Jean Wyllys, agora exilado na Europa, a página oficial da delegação brasileira em Genebra publicou ataques a ele no Twiter. A página mostrou a cena e afirmou que "ex-deputado vestido de vermelho" demonstrou "incapacidade de aceitar o resultado das urnas". Jean Wyllys não deu importância ao ataque. A página da delegação brasileira tem 229 seguidores no Twitter. A de Jean, 764 mil.

Leia mais na coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247