Apple é acusada de driblar o fisco americano

Reportagem do New York Times aponta que a empresa deixou de pagar, apenas em 2011, US$2,4 bilhes em impostos

Apple é acusada de driblar o fisco americano
Apple é acusada de driblar o fisco americano (Foto: MARK BLINCH/REUTERS)

247 – A Apple deixou de pagar US$ 2,4 bilhões em impostos ao governo dos Estados Unidos no ano passado. A denúncia, feita no fim de semana pelo jornal americano The New York Times, revela que, para isso, a companhia de tecnologia se usou de uma série de artifícios para poder triblar o fisco, como abrir subsidiárias em locais de menor tributação – Irlanda, Luxemburgo e Holanda, por exemplo – e a designação de vendedores em países de alta tributação que fazem negócios em nome de filiais localizadas em cidades onde as taxas são menores.

A conta dos US$ 2,4 bilhões é resultado de um estudo de Martin Sullivan, ex-economista do Tesouro Americano, segundo a reportagem. A criadora do iPad e do iPhone, porém, se defendeu por meio de um comunicado, pelo qual afirma que pagou US$ 5 bilhões em taxas aos governos federal e estudais apenas na primeira metade deste ano e garantiu conduzir seus negócios com base em altos padrões éticos. A matéria do NYT também acusa a companhia de ser pioneira na técnica contábil que reduz os impostos pagos ao reencaminhar o lucro através de subsidiárias na Irlanda e na Holanda e depois para o Caribe.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247