Apresentador da CNN enquadra Alexandre Garcia sobre cloroquina: e os 100 mil mortos?

"Se a cloroquina funciona, por que o mundo teria deixando tanta gente morrer se tem um remédio barato à disposição? A troco de que tanta gente morreria se a cloroquina funciona?", questionou o âncora

www.brasil247.com - Jornalista Alexandre Garcia comenta na CNN
Jornalista Alexandre Garcia comenta na CNN (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – A defesa da cloroquina feita pelo bolsonarista Alexandre Garcia recebeu uma dura resposta do âncora Rafael Colombo, durante programa na CNN, na noite de ontem. Colombo perdeu a paciência depois que Garcia defendeu o uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. "E os 100 mil que morreram? Se realmente funcionasse não seríamos o 3° país com o maior número de mortos no mundo", disparou. "Se a cloroquina funciona, é barata, e serviu como você falou na Amazônia para lúpus, malária e outros tipos de doença, por que o mundo teria deixando tanta gente morrer se tem um remédio barato à disposição? A troco de que tanta gente morreria se a cloroquina funciona?", questionou ainda.

Garcia reagiu com ironia. "Se não funcionar, ela não existe, pois está funcionando", afirmou, totalmente fora da realidade. O Brasil é país que lidera as mortes no mundo. Saiba mais abaixo:

Sputnik – O relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado nesta sexta-feira (7), informou que o número de mortes causadas pelo novo coronavírus ao redor do mundo subiu para 709.511.

PUBLICIDADE

Segundo a organização internacional, o Brasil lidera o ranking mundial de novos óbitos pelo segundo dia consecutivo, informou o site UOL.

A quantidade de casos de COVID-19 confirmados oficialmente no mundo aumentou para 18.902.735. Os dados podem estar defasados em relação aos últimos levantamentos divulgados individualmente pelos países, pois foram fechados no começo do dia.

PUBLICIDADE

Consideradas as informações disponíveis, a taxa global de mortalidade dos casos confirmados de coronavírus é de 3,7%. No período registrado pela OMS, os três países onde houve maior número de novos casos nas últimas 24 horas foram Índia (62.538), Brasil (57.152) e Estados Unidos (53.373).

Neste mesmo intervalo de tempo, Brasil (1.437), Estados Unidos (1.307) e Índia (886) foram os que registraram o maior número de novas mortes.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email