Assessor de Bolsonaro compara jornalismo a prostituição e Noblat se revolta

"O jornalismo está para a informação como a prostituição está para o amor", escreveu Filipe Martins, um dos principais assessores de Jair Bolsonaro. "É tão velho e atrasado quanto Bolsonaro", reagiu Ricardo Noblat

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Jair Bolsonaro voltou a atacar a imprensa, desta vez por meio de seu assessor internacional Filipe Martins, que é um dos principais ideólogos da política de submissão total do Brasil aos interesses de Donald Trump e Steve Bannon. Num tweet, Martins comparou o jornalismo brasileiro à prostituição e foi repreendido pelo jornalista Ricardo Noblat. Confira:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email