Ataque à barca de Glenn é a comprovação de forças fascistas em ação, diz Renato Janine Ribeiro

O filósofo e ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirma que o quadro político atual no Brasil é mais preocupante do que parece ser; ele diz que o regime Bolsonaro é diferente da ditadura, no sentido de se ter segmentos da população que defedem o regime com violência; para o filósofo, o ataque à barca do jornalista Glenn Greenwald é a comprovação da existência de um processo, de fato, fascista, em curso no país

(Foto: CPFL Cultura)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O filósofo e ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirma que o quadro político atual no Brasil é mais preocupante do que parece ser. Ele diz que o regime Bolsonaro é diferente da ditadura, no sentido de ter segmentos da população que defedem o regime com violência, num processo que vai além da polícia política. Para Janine, isto é fascismo. 

Em artigo publicado no jornal Folha de S. Paulo, Janine afirma que "vários amigos, embora tenham horror ao atual governo, não se preocupam muito: pensam que em quatro anos as eleições o substituirão. Alguns acrescentam que o Brasil assim aprenderá melhor o valor
da democracia. De minha parte, entendo que eles subestimam a destruição do tecido social e político, a liquidação da vida inteligente e da vida mesma, que está sendo efetuada prioritariamente nas áreas da educação e do meio ambiente."

O filósofo ainda diz: "debate-se muito o que é fascismo. Porém alguns pontos são fundamentais nesse regime, talvez o mais antidemocrático de todos, que não é apenas um exemplo de autoritarismo.  Primeiro, o fascismo conta com ativo apoio popular. Tivemos uma longa ditadura militar, mas com sustentação popular provavelmente minoritária e seguramente passiva. Mesmo no auge de sua popularidade —o período do “milagre”, somando general Médici, tortura e censura, tricampeonato de futebol e crescimento econômico— não houve movimentos paramilitares ou massas populares saindo às ruas para atacar fisicamente os adversários do regime."


O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247