Ataque inconsistente a Lula revela receio das elites diante do ex-presidente

Neste domingo, a Folha de S. Paulo chega ao ponto até de defender Olavo de Carvalho para atacar supostas declarações falsas ou distorcidas do ex-presidente Lula

Lula
Lula (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Poucos dias depois de receber o ex-presidente Lula para uma entrevista extremamente sensata ao Uol, o grupo Folha de S. Paulo publicou uma reportagem inconsistente, neste domingo, em que acusa Lula de distorcer a realidade ou simplesmente mentir desde que deixou a prisão política de Curitiba. Para tentar demonstrar sua tese, a Folha chega ao cúmulo de defender Olavo de Carvalho da acusação de ser terraplanista, ao dizer que ele não se comprometeu com esta "possibilidade", mas apenas admitiu sua hipótese.

Na realidade, é a Folha quem distorce a realidade no afã de acusar Lula de distorcê-la. Em seu texto, o jornal afirma que o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff foi um impreachment, aponta que não há como dizer que o processo de Lula na Lava Jato foi acelerado (o que é absolutamente falso), nega as evidências de interesse dos Estados Unidos na Operação Lava Jato e, por fim, também critica a crítica feita por Lula à cobertura da Globo sobre a Vaza Jato.

A reportagem da Folha apenas revela que a mídia corporativa brasileira continua comprometida com duas falsificações históricas: a de que Dilma sofreu um impeachment, e não um golpe, e a de que Lula foi um preso comum, e não um preso político. Confie mais no que diz Chico Buarque de Hollanda:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email