Augusto Nunes chama professores de "vadios" e "militantes do PT" e pede suspensão de salários

O jornalista bolsonarista disse ainda que "eles insistem em continuar recebendo salários sem dar aulas"

Augusto Nunes
Augusto Nunes (Foto: TV Cultura – Roda Viva)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fórum - Às vésperas de uma greve sanitária da categoria, o jornalista bolsonarista Augusto Nunes chamou os professores através de sua conta do Facebook, neste sábado (6), de “militantes do PT disfarçados de professores” e que eles, insistem em continuar recebendo salários sem dar aulas”.

“Não há vacina para a exaustão causada pelo excesso de descanso. Mas a suspensão do pagamento cura qualquer epidemia de vadiagem”, disse ainda o jornalista.

“Longe do local de emprego há um ano, militantes do PT disfarçados de professores insistem em continuar recebendo salários sem dar aulas. Não há vacina para a exaustão causada pelo excesso de descanso. Mas a suspensão do pagamento cura qualquer epidemia de vadiagem.”

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email