Band aponta projeto político na CNN e prevê prejuízo de R$ 300 milhões

"Se eles estiverem dispostos a perder mais de R$ 300 milhões, a perder ou investir mais de R$ 300 milhões, é um cálculo que faço que eles vão perder em dois anos", disse o vice-presidente do Grupo Bandeirantes Paulo Saad, sobre a implantação da CNN Brasil

(Foto: Divulgação)

247 - O vice-presidente de canais pagos do Grupo Bandeirantes, Paulo Saad, disse nesta sexta-feira, 21, acreditar que existe "um projeto político" por trás da criação da CNN Brasil.

"Acho estranho uma emissora que 'não fecha as contas'. Ela está investindo um dinheiro que o mercado não suporta. Eu sei de quais são as rendas deles, e realmente não paga o salário de nenhum dos grandes nomes que eles contrataram", questiona Saad em declaração ao jornalista Flávio Ricco, colunista do UOL.

Quando perguntado sobre o fato de a implantação da CNN ter participação direta do empresário Rubens Menin, da MRV Engenharia, Saad não é tão otimista:

"Se eles estiverem dispostos a perder mais de R$ 300 milhões, a perder ou investir mais de R$ 300 milhões, é um cálculo que faço que eles vão perder em dois anos".

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247