Bin Laden no clube do X

Edio especial da revista Time trar na capa o rosto do terrorista saudita riscado com um X; Adolf Hitler, Sadam Hussein e Abu Musab al-Zarqawi tambm mereceram a honraria

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Osama Bin Laden está prestes a se tornar “sócio” de um seleto clube formado pelas figuras mais odiadas pelo stablishment norte-americano. A revista Time prepara, para a próxima quinta-feira, uma edição especial sobre o terrorista saudita, morto por tropas de elite dos Estados Unidos, no último domingo. A capa, sem textos, terá um retrato de Bin Laden, de autoria do ilustrador Tim O'Brien, riscado com um “X” vermelho.

O líder da al Qaeda é o quarto cidadão a merecer tal “honraria”. Antes dele, figuram o líder nazista Adolf Hitler, em 1945, o ditador iraquiano Saddam Hussein, em 2003, e o líder da al Qaeda no Iraque, Abu Musab al-Zarqawi, em 2006. Dos quatro, Saddam foi o único contemplado com o “X” antes de ser riscado do mapa, o que só ocorreria três anos depois. Em seu caso, a capa da publicação semanal serviu como uma sentença de morte.

O macabro ritual de “riscagem” nos EUA, agora anunciado pela Time, foi iniciado na segunda-feira (02) pelo Federal Bureau of Investigation (FBI), o equivalente local à Polícia Federal (PF) brasileira. A foto de Bin Laden no site do FBI recebeu uma tarja em vermelho com a inscrição “deceased” (“falecido”). O sucessor do saudita na listas dos terroristas mais procurados é o egípcio Ayman Al-Zawahiri, também cacique da al Qaeda, mentor dos ataques às embaixadas norte-americanas na Tanzânia e no Quênia, em 1998.

Fundador da Jihad Islâmica Egípcia, Al-Zawahiri tem um prêmio por informações que levem à sua captura de US$ 25 milhões – o mesmo valor que era oferecido pelo FBI a dicas sobre o paradeiro de Bin Laden. A equipe da Time, com certeza, já deve estar pensando em uma capa riscada para comemorar a morte ou captura do egípcio.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email