Bloomberg diz que camisa da seleção virou símbolo fascista

Agência de notícias Bloomberg publicou reportagem mostrando como o uniforme da seleção brasileira de Futebol foi apropriado pela extrema-direita que permitiu a ascensão de Jair Bolsonaro ao poder; "Eu me sinto envergonhado de usar a camisa da seleção nacional", diz empresário ouvido pela Bloomberg

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No dia em que o Brasil disputa a final da Copa América contra o Peru, a agência de notícias Bloomberg publicou neste sábado, 7, reportagem mostrando como o uniforme da seleção brasileira de futebol foi apropriado pela extrema-direita que permitiu a ascensão de Jair Bolsonaro ao poder. 

"A camisa da equipe, criada pela Nike Inc., representa o país de futebol de maior sucesso no mundo e há muito é usada com orgulho por brasileiros comuns. Mas nos últimos anos, ele foi adotado pelas forças políticas que levaram o presidente Jair Bolsonaro ao poder", diz a reportagem. 

"Eu me sinto envergonhado de usar a camisa da seleção nacional", disse Euclides Bitelo, ouvido pela Bloomberg, que administra uma padaria no sul do Brasil e votou contra o Bolsonaro. “Parece uma tática nacionalista se apropriar do símbolo do futebol brasileiro, como se fossem os únicos representantes do país.”

Leia a reportagem na íntegra em inglês. 


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email