Bolsonaro ameaça não renovar concessão da Globo

Jair Bolsonaro (PSL) responsabilizou a mídia por notícias que, segundo ele, tentam desestabilizá-lo. “Tem empresa que vai renovar seu contrato brevemente, eu não vou perseguir ninguém. (Mas) para quem estiver devendo, vai ter dificuldade"

www.brasil247.com -
(Foto: Reutes | Reprodução)


247 - Jair Bolsonaro (PSL) responsabilizou a mídia por notícias que, segundo ele, tentam desestabilizá-lo, na manhã desta segunda-feira (28). De acordo com o ocupante do Planalto, empresas de comunicação podem ter problemas na renovação de concessões (emissoras de rádio e TV precisam renovar contratos para operar; a da Globo vence durante o mandato de Bolsonaro).

“Tem empresa que vai renovar seu contrato brevemente, eu não vou perseguir ninguém. (Mas) para quem estiver devendo, vai ter dificuldade. Então os órgãos de imprensa jogam pesado para ver se me tiram de combate para facilitar sua vida”, disse ele na saída de seu hotel em Abu Dhabi, onde esteve desde sábado (26).

Desde que foi eleito, Bolsonaro não tem tido uma relação amistosa com a imprensa e tem dado preferência à comunicçaão via redes sociais, além de usufruir de milícias virtuais para a divulgação de fake news tanto em favor dele como para criticar desafetos. Inclusive, no ano passado, uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo denuncia a existência de uma campanha ilegal contra o então presidenciável Fernando Haddad (PT) que tinha como base a divulgação de fake-news (notícias falsas) no WhatsApp.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cada contrato chega a R$ 12 milhões e, entre as empresas compradoras, está a Havan. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email