Bolsonaro comete crime grave de responsabilidade, escreve Carlos Alberto Sardenberg

Ao combater a vacinação em geral e desqualificar determinada vacina, Bolsonaro mente e comete crime de responsabilidade, aponta o jornalista

Carlos Alberto Sardenberg e Jair Bolsonaro
Carlos Alberto Sardenberg e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Somente nesta semana, Jair Bolsonaro afirmou três vezes que a vacina Coronavac não tem eficácia científica comprovada. Por outro lado, o Ministério da Saúde informou que já distribuiu mais de 101 milhões de doses da Coronavac, destaca em sua coluna no Globo o jornalista Carlos Alberto Sardenberg. 

"Vai daí que: ou o presidente mente descaradamente ao declarar ineficaz uma vacina aprovada e distribuída por órgãos técnicos de seu governo; ou o Ministério da Saúde engana descaradamente a população brasileira ao oferecer um medicamento imprestável", escreve o jornalista, segundo o qual, de qualquer maneira, "temos aí um crime grave, sempre de responsabilidade direta do presidente Bolsonaro. Ele costuma colocar a culpa nos outros, mas não tem como dizer que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, é o único responsável pela aplicação da vacina do Instituto Butantan".

"Como a eficácia da Coronavac tem farta comprovação científica, no Brasil e em outros países, como Chile, para não citar a China, produtora original da vacina, a conclusão é inevitável: Bolsonaro mente", enfatiza o jornalista.

PUBLICIDADE

Leia a íntegra  

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email