Bolsonaro espalha nas redes sociais vídeo da Record contra jornalistas da Globo

Bolsonaro dissemina nas redes sociais um vídeo da TV Record, ligada à Igreja Universal Reino de Deus (IURD), no qual a reportagem aborta palestras de até R$ 2 milhões para os jornalistas da Rede Globo. De acordo com a emissora do bispo Edir Macedo, auditores questionam a vinculação dos temas das palestras de jornalistas e colaboradores da TV Globo

Blog do Esmael - Jair Bolsonaro (PSL) dissemina nas redes sociais um vídeo da TV Record, ligada à Igreja Universal Reino de Deus (IURD), no qual a reportagem aborta palestras de até R$ 2 milhões para os jornalistas da Rede Globo.

De acordo com a emissora do bispo Edir Macedo, auditores questionam a vinculação dos temas das palestras de jornalistas e colaboradores da TV Globo e Globonews com a missão do Senac de promover a educação profissional.

Ainda de acordo com a Record, o total dos contratos chega a quase R$ 2 milhões de dinheiro público.

“Numa palestra, por exemplo, o jornalista Merval Pereira teria recebido R$ 375 mil para falar sobre crise política, impeachment e chegada de Michel Temer ao poder”, diz o texto da TV.

Pelo WhatsApp, Bolsonaro pontua o conteúdo do vídeo da Record:

– Figurões da Globo embolsaram R$ milhões em palestras. Nas telas da TV ou jornais desinformavam e atacavam seus desafetos.

– Muitos sofrem com esse jornalismo e têm suas reputações comprometidas.

– Parabéns TV RECORD.

– PEÇO REPASSAR.

– Jair Bolsonaro.

O presidente da República, no tradicional quebra-queixo, encontro com jornalistas em frente ao Palácio Alvorada, leu a lista dos valores recebidos por profissionais da Globo em palestras para o Senac do Rio.

Em julho, o prefeito Marcelo Crivella (PRTB) exigiu que Globo devolvesse R$ 364 milhões sem licitação à Prefeitura do Rio.

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247