Bolsonaro publica foto jogando vídeo game para anunciar redução de imposto

A ‘prioridade’ de Bolsonaro foi questionada na internet. "O arroz R$ 50 e o Jair preocupado com IPI de video game", afirmou um internauta

Jair Bolsonaro jogando vídeo game
Jair Bolsonaro jogando vídeo game (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira, 26, em sua conta no Twitter, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em aparelhos de vídeo game. Ele publicou uma foto jogando um jogo de tiro nas redes sociais.

"Redução de IPI para vídeogames: (a) de 40% para 30%: consoles e máquinas de jogos; (b) de 32% para 22%: de partes e acessórios dos consoles e das máquinas de jogos de vídeo cujas imagens são reproduzidas numa tela; (c) de 16% para 06%: máquinas de jogos de vídeo com tela incorporada, portáteis ou não, e suas partes. Decreto a ser publicado no DOU de amanhã", escreveu.

A ‘prioridade’ de Bolsonaro foi questionada na internet. "O arroz R$ 50 e o Jair preocupado com IPI de video game", afirmou um internauta. "Uau! Imagino que os 14 milhões de desempregados vão se alimentar de minecraft", escreveu outro.

 

Ele já havia anunciado a medida em 8 de outubro. “A garotada ano passado começou a reclamar do preço de jogos eletrônicos, chips, etc. Tinham degraus de imposto. Conseguimos passar o maior degrau de 50% a 40%. A molecada voltou a chiar, com razão. Já conversei com o Paulo Guedes, conversei com a Receita Federal, então no ano passado, passamos de 50% para 40%. Agora vamos passar de 40% para 30%”, afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247