Bolsonaro rebaixa Itamaraty ao levar filho para reunião com Trump

A jornalista Miriam Leitão criticou o fato do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, não ter participado do encontro do presidente Jair Bolsonaro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no salão oval da Casa Branca; "Foi uma vergonha para o Itamaraty. Assim um embaixador definiu a sua avaliação sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro de levar o filho Eduardo Bolsonaro para o encontro com o presidente Trump. De novo é algo que encolhe o Brasil. Não faz qualquer sentido. Se o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, tivesse alguma fibra pediria para sair", disse Miriam

Bolsonaro rebaixa Itamaraty ao levar filho para reunião com Trump
Bolsonaro rebaixa Itamaraty ao levar filho para reunião com Trump
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Miriam Leitão classificou como uma "vergonha" o fato do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, nao ter participado do encontro do presidente Jair Bolsonaro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no salão oval da Casa Branca.

Quem participou do encontro, em seu lugar, foi o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, que vem exercendo a função de chanceler informal do País. 

"Foi uma vergonha para o Itamaraty. Assim um embaixador definiu a sua avaliação sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro de levar o filho Eduardo Bolsonaro para o encontro com o presidente Trump. De novo é algo que encolhe o Brasil. Não faz qualquer sentido. Se o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, tivesse alguma fibra pediria para sair", disse Miriam em seu blog no jornal O Globo

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247