“Bolsonaro rompeu a coleira, e está solto de novo”, diz Aroeira sobre ataques a jornalistas

O jornalista e cartunista Renato Aroeira diz também que as agressões de Jair Bolsonaro a jornalistas são tiros no próprio pé, “o que é uma especialidade desse governo”. Assista na TV 247

Renato Aroeira, Braga Netto e Jair Bolsonaro
Renato Aroeira, Braga Netto e Jair Bolsonaro (Foto: Ederson Casartelli/Brasil247 | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista e cartunista Renato Aroeira comentou na TV 247 as recentes agressões de Jair Bolsonaro a jornalistas, ameaçando um profissional da imprensa, chamando-os de “bundões” e se negando violentamente a responder a um questionamento de um repórter sobre a relação entre Michelle Bolsonaro e Fabrício Queiroz.

Para Aroeira, Bolsonaro “rompeu a coleira” colocada nele por generais do governo federal e está solto novamente. “Quando ele reagiu aos jornalistas com aquele absurdo ele deu mais um tiro no próprio pé, o que é uma especialidade desse governo. Eu discordo quando o pessoal fala que é tudo planejado, isso é um bate cabeça danado. Essa coisa é interessante porque o Bolsonaro rompeu a coleira de novo, rompeu a corrente e está solto correndo pela horta, perseguindo galinha, desenterrando as coisas, está solto, alguém precisa pará-lo de novo”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à entrevista na íntegra: 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247