Brasileiros se unem no Twitter em prol do Pantanal e mostram o pior das chamas

As últimas semanas estão marcadas por manchetes de perda de animais e vegetação do Pantanal, bioma considerado uma das maiores extensões úmidas contínuas do planeta

Fumaça e chamas de queimada no Pantanal, em Poconé, no Mato Grosso 03/09/2020
Fumaça e chamas de queimada no Pantanal, em Poconé, no Mato Grosso 03/09/2020 (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Com semanas de incêndios incessantes, Pantanal está perdendo seus tesouros: fauna e flora. Em busca de ajuda para salvar o bioma, brasileiros estão mostrando os desastres ardentes.

As últimas semanas estão marcadas por manchetes de perda de animais e vegetação do Pantanal, bioma considerado uma das maiores extensões úmidas contínuas do planeta.

Abrangendo uma área de 150.355 km², o Pantanal carece de proteção. Apenas 4,6% de todo o bioma são protegidos por Unidades de Conservação (UCs), das quais 2,9% correspondem a UCs de proteção integral e 1,7% a UCs de uso sustentável.

Brasileiros estão se mobilizando no Twitter em busca de mais visibilidade para o que está acontecendo no Pantanal. As imagens postadas são fortes, e trazem o pior das chamas.

A frase usada para mobilização é "O PANTANAL CHAMA".

​"Fizeram tudo isso para transformar o bioma em pasto", escreveu internauta.

[...]

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247