Carlos Vereza é derrotado na justiça em ação contra José de Abreu

Episódio ocorreu nas redes sociais após Vereza sair em defesa de Regina Duarte, então secretária de Bolsonaro, e Abreu classificá-lo como "esclerosado"

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um ano após entrar em uma discussão política  com o ator José de Abreu e ser chamado de "esclerosado" ao fazer a defesa da então secretária de Jair Bolsonaro, Regina Duarte, Carlos Vereza sofreu sua primeira derrota na Justiça contra o colega de emissora. 

Segundo reportagem do portal Na Telinha,  em janeiro de 2020, o bolsonarista sentiu que teve sua honra abalada por Abreu e deu início a uma queixa-crime. A ação corre na 34ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio e foi rejeitada em decisão do mês passado, pois o juiz entendeu que o réu não cometeu os crimes alegados.

Vereza foi às redes sociais pedir que o ator de 74 anos tivesse respeito por Regina. "Alô, José de Abreu! Respeite a Regina Duarte! Respeite as escolhas diferentes das suas! Sempre te tratei com afabilidade, aceitando seu ponto de vista em questões ideológicas. Por que vibrar sempre no ódio, nas baixas energias? Procure em você o lado mais generoso, que, com certeza, possui". 

"Achei bonita sua hipocrisia, sua falta de caráter e memória, digna de um esclerosado que costuma falar com supostos aliens, considerados 'espíritos superiores' que vieram visitá-lo em discos voadores, como se pode ver em um vídeo postado na rede", continuou.

Em sua resposta, acrescentou a reportagem,  Abreu relembrou um episódio que teria acontecido nos bastidores de Corpo Dourado (1998), da Globo, em que Vereza teria agredido uma colega de profissão à base de bengalada.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email