Casagrande vira alvo de milícia virtual e ganha apoio de internautas

Comentarista esportivo da Globo Walter Casagrande Jr. virou alvo da milícia virtual da extrema direita que considerou "hipócrita" a mudança de postura do ex-jogador sobre o retorno dos campeonatos Carioca e Paulista. Ele, porém, ganhou apoio de internautas, jornalistas e artistas

O ex-jogador Casagrande, comentarista de futebol da TV Globo, recebeu ameaças de morte depois que criticou jogadores Felipe Melo, do Palmeiras, e Jadson, do Corinthians, por declararem publicamente apoio a Jair Bolsonaro; por causa disso, teve que trocar o número do celular
O ex-jogador Casagrande, comentarista de futebol da TV Globo, recebeu ameaças de morte depois que criticou jogadores Felipe Melo, do Palmeiras, e Jadson, do Corinthians, por declararem publicamente apoio a Jair Bolsonaro; por causa disso, teve que trocar o número do celular (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O comentarista esportivo da Globo Walter Casagrande Jr. virou alvo da milícia virtual da extrema direita por comemorado o retorno do campeonato paulista e um mês depois ter criticado a retomada do campeonato carioca de futebol. Casagrande faz parte do movimento Esporte pela Democracia, que integra atletas e ex-atletas, artistas e jornalistas contra o governo Jair Bolsonaro, ganhou de internautas a tag de apoio #SomosTodosCasagrande.

"Eu acho o maior gol contra da história do futebol brasileiro. Isso aí é um 7 a 1 que nós estamos tomando da ignorância, pior que o 7 a 1 da Alemanha, porque o da Alemanha não matou ninguém. Este, provavelmente, vai morrer muita gente", disse Casagrande por ocasião da volta dos jogos do campeonato carioca, em meados de junho. 

Na ocasião, a crítica veio na esteira do aumento dos casos de Covid-19 no Rio de Janeiro. No dia 18de junho, data do recomeço dos jogos, a Secretaria de Saúde do estado contabilizava 8.412 óbitos decorrentes da pandemia do novo coronavírus. 

Na última quarta-feira (22), data que marcou a volta do campeonato paulista, o estado de São Paulo registrou 361 novos óbitos por Covid-19, totalizando 20.532 desde o início da pandemia. Na transmissão, ele reconheceu que ainda "não era hora" de retomar o certame, mas elogiou os protocolos de segurança adotados. 

Diante dos ataques contra o comentaria, os coletivos 342artes e Esporte Pela Democracia emitiram uma nota de apoio em qualificava os autores das agressões de “fascistóides. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247