Censura do governo a charge de Aroeira estimula ilustrações e ato virtual de artistas

Nas redes sociais diversas charges reproduzindo a de Aroeira e contra a censura do governo foram publicadas

www.brasil247.com -
(Foto: reprodução)


247 - Após o Ministério da Justiça ter pedido abertura de inquérito para investigar uma charge de Renato Aroeira que associa Jair Bolsonaro ao nazismo, chargistas e cartunistas se uniram em defesa do colega.

Nas redes sociais diversas charges reproduzindo a de Aroeira e contra a censura do governo foram publicadas.

Um perfil chamado “Somos Todos Aroeira”, no Instagram, publicou dezenas de reproduções. Uma delas foi republicada pelo colunista da Veja, Ricardo Noblat, que foi processado pela Secretaria de Comunicação do governo federal por compartilhar a charge original.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja outras reproduções:

Ver essa foto no Instagram

#chargistascontracensura #somostodosaroeira

Uma publicação compartilhada por Somos Todos Aroeira (@somostodosaroeira) em

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ver essa foto no Instagram

#chargistascontracensura #somostodosaroeira

Uma publicação compartilhada por Somos Todos Aroeira (@somostodosaroeira) em

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email