Censura em Londres 2012: Twitter e Facebook, não!

70 mil trabalhadores voluntrios das Olimpadas no podero usar Twitter nem Facebook da abertura em 27 de julho at o encerramento em 12 de agosto; alegao da medida proteo da privacidade dos atletas; ser que essa moda vai ser importada pelo Rio 2016?

Censura em Londres 2012: Twitter e Facebook, não!
Censura em Londres 2012: Twitter e Facebook, não! (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Lucas Reginato _247 - As Olimpíadas de Londres irão atrair milhares de atletas, comissões técnicas e torcedores do mundo inteiro. Para ajudar na organização de tão suntuoso evento, o Comitê Organizador recebe apoio de 70 mil voluntários, que vão exercer as mais diversas funções, tanto na Vila Olímpica como nos palcos das disputas. Eles foram avisados, nesta semana, de que, enquanto estiverem trabalhando, não poderão acessar as redes sociais Twitter e Facebook.

A medida é uma forma de evitar que os atletas sejam expostos excessivamente na rede. O Comitê chegou a planejar um manual de orientação para as mídias sociais, mas resolveu proibir completamente o uso delas no período de 27 de julho a 12 de agosto.

“Nós entendemos que muito dos voluntários vão querer usar as redes sociais para compartilhar essa grande experiência com amigos e família. Mas precisamos, assim como qualquer organização, proteger nossos interesses e nossa força de trabalho”, afirmou o porta-voz do evento.

Esta é uma medida inédita. Em 2008, embora já fossem populares as comunidades virtuais, seu acesso era impedido pelo próprio governo local, já que a China proíbe que sua população se conecte ao mundo.

Os Game Makers, como foram apelidados os voluntários, também estão proibidos de revelar detalhes dos bastidores para a imprensa. O Comitê sabe que, inevitavelmente, certas informações vão vazar. A quantidade de pessoas é enorme, e será impossível controlar todas elas no Twitter e no Facebook durante as duas semanas dos jogos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email