China lança seu Google Music

Gigante das buscas na China, Baidu acompanha a empresa da Califrnia e anuncia um novo servio de msicas, o Baidu Ting

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O gigante das buscas na China segue os mesmos passos de seu primo americano, o Google. Assim como a companhia de Mountain View, que lançou nesta semana seu serviço de armazenamento de músicas, apelidado de Google Music, o Baidu anuncia algo bastante parecido, o Baidu Ting. O novo serviço da empresa oriental chega para responder fortes críticas sobre como o país lida com as questões da propriedade intelectual e, principalmente, os direitos autorais de artistas. No Ting, todas as músicas serão legais, diferente de um serviço anterior do país, classificado pelos EUA como um mercado de má reputação e com conteúdo pirata.

Segundo relatou a administradora do negócio, Catherine Leung, ao jornal Global Times, “buscar já não será o centro das necessidades dos usuários”. Ela descreve o Ting – que significa “escutar”, em chinês – como um produto musical para servir melhor às necessidades de todos. Segundo o portal de notícias China.org.cn, o novo serviço do Baidu também terá outras funções, como criar bibliotecas com as músicas favoritas – similar ao que já faz o iTunes, da Apple – e compartilhar músicas com outros usuários.

O Ting funciona atualmente mediante convite dos usuários. Segundo a administradora, o modelo pode se tornar aberto ao público de acordo com a demanda dos internautas. Leung afirma ao Global Times que é possível escutar mais de 500 mil músicas, dentro ou fora da China. No entanto, não foi divulgada nenhuma informação sobre a adaptação da biblioteca musical para o idioma inglês. Atualmente, os usuários visualizam a página apenas em chinês. Ela espera que, dentro de três meses, o número de músicas supere um milhão. Para visitar a página do Ting acesse aqui.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email