CNN desmente fake news de Alexandre Garcia sobre a vacina ao vivo (vídeo)

Ele disse que pessoas jovens não precisam tomar a vacina, "segundo as estatísticas"; informação é falsa e foi esclarecida pela jornalista Elisa Veeck

www.brasil247.com - Alexandre Garcia
Alexandre Garcia (Foto: CNN/Divulgação)


Por Ranyelle Andrade, Metrópoles - A CNN Brasil precisou desmentir Alexandre Garcia, após o comentarista alegar durante fala no quadro Liberdade de Opinião que pessoas jovens não precisam se imunizar contra a Covid-19. O esclarecimento foi feito no CNN Novo Dia, pela jornalista Elisa Veeck.

“Alexandre Garcia disse que jovens não precisar a tomar a segunda dose da vacina [contra a Covid-19], segundo as estatísticas. Para esclarecer esse tema, nós da CNN Brasil procuramos o infectologista e também diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, Renato Kfouri. Segundo o médico, com a medida que se previne mortes em adultos e idosos, os casos de hospitalização com formas graves serão entre os não vacinados”, disse Elisa.

“No caso das crianças, [a taxa de hospitalização] que era de 0,35% pode, sem vacina, chegar a 15%. Além dessa informação, acrescentamos que o registro para esse ano de mortes por Covid-19 entre crianças e jovens é de 1581. Isso mesmo. 1581 pessoas pessoas entre 10 e 19 morreu por Covid-19 apenas em 2021″, continuou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia a íntegra no Metrópoles.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email