Colunista que apoiou golpe contra Dilma agora diz "impeachment ou morte"

"Ou as instituições afastam Jair Bolsonaro da Presidência ou condenarão um país inteiro à morte", afirma Mariliz Pereira Jorge

Jornalista Mariliz Pereira Jorge
Jornalista Mariliz Pereira Jorge (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A jornalista Mariliz Pereira Jorge, que apoiou o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, hoje clama pelo impeachment de Jair Bolsonaro. "O Brasil definha a cada dia que Bolsonaro permanece como líder. Uma bússola quebrada que nos jogou num precipício no qual não paramos de despencar. Parlamentares batem na tecla de que não há clima para o afastamento do presidente. Quantas vidas serão perdidas até que o Congresso sinta o cheiro de mortandade que assola o país?", questiona, em sua coluna.

"Ou as instituições afastam Jair Bolsonaro da Presidência ou condenarão um país inteiro à morte: uma parte do país pela devastação que a Covid-19 deixará, mas uma parte ainda maior que herdará terra arrasada pela incompetência e arrogância de Jair Messias Bolsonaro", afirma.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email