Coreia do Sul sofre ataque virtual a 35 milhões de pessoas

Dados pessoais de usurios do site Nate e do Cyworld, considerado o Facebook dos coreanos, so roubados por hackers. O principal suspeito mora na China

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais - Os dados pessoais de 35 milhões de internautas vazaram após um ataque virtual produzido durante esta semana contra dois populares sites sul-coreanos, informa nesta sexta-feira o diário "JooAng Daily".

A operadora dos portais, a SK Communications indicou que os hackers tiveram acesso a nomes, números de telefone celular e endereços de e-mail, além de contrassenhas e números da previdência social. O Nate, o terceiro maior portal sul-coreano, tem atualmente tem 33 milhões de usuários, e a rede social Cyworld, possui 25 milhões de contas e é conhecida "como o Facebook da Coreia do Sul". Trata-se, segundo a polícia, do maior roubo de dados da história do País. Até então, o maior ataque virtual aconteceu em 2008 em uma unidade local do eBay.

Aparentemente, o pirata vem da China. No entanto, a operadora não pôde estabelecer quando as informações foram roubadas nem quem é o responsável pelo ataque. Uma equipe especializada em ciberterrorismo da Agência Nacional de Polícia visitará a sede que mantém a base de dados da companhia em Seul para investigar os detalhes do caso.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email