Danilo Gentili poderá ir ao STF para não pagar indenização à doadora que chamou de “vaca”

A técnica em enfermagem foi ridicularizada pelo então apresentador de extrema direita Danilo Gentili, que a chamou de ‘vaca’ em rede nacional pelo trabalho de doação de leite materno. Ele nunca se desculpou publicamente pelo ataque

Danilo Gentili e Michele Rafaela Maximino
Danilo Gentili e Michele Rafaela Maximino (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A defesa de Danilo Gentili e da Rede Bandeirantes resolveu recorrer mais uma vez ao processo de indenização por danos morais à  doadora de leite materno Michele Rafaela Maximino, por conta da celebridade de extrema direita ter  a chamado de ‘vaca’ em rede nacional. 

Por conta de sua ação voluntária, Michele ficou conhecida como a maior doadora de leite do Brasil e encerrou seus trabalhos por conta da exposição e humilhação a qual foi exposta. Gentili, no entanto, nunca se desculpou pelo fato. 

Segundo reportagem do Valor do Comércio,  dia 17 de julho, dias antes do prazo final para recorrer a decisão. Em acórdão publicado no dia 24 de junho, o valor a ser pago ficou fixado em R$ 80 mil que, com juros e correções monetárias, deve chegar a R$ 180 mil. Parte da quantia já foi paga, mas como o cumprimento de sentença é provisório, é possível recorrer o imbróglio poderá chegar ao STF. 

Se o recurso da defesa de Gentili for acatado, o advogado de Michele, Cláudio Lino, afirma que vai entrar com a litigância de má fé - quando uma das partes do processo litiga intencionalmente com deslealdade. “É um direito dele recorrer, mas quando começa a extrapolar esse direito, a intenção é apenas protelar o desfecho da ação. Ele já recorreu várias vezes”, explicou o advogado. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247