Datena se diz “sem esperança” e afirma que pode que estar “ficando perto” da depressão

"Um dia o Boechat chegou para mim e falou: 'Cara, de uma hora pra outra eu comecei a chorar sozinho. E é a pior coisa que existe'", desabafou o apresentador Datena

José Luiz Datena
José Luiz Datena (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O apresentador José Luiz Datena, que nas últimas semanas tem surpreendido espectadores ao tecer críticas ao governo de Jair Bolsonaro, fez um desabafo na manhã desta terça-feira (9) durante sua intervenção diária na Rádio Bandeirantes.

Famoso pelos programas policiais e pela postura polêmica, Datena revelou que está “cansado” diante da pandemia do coronavírus e que pode estar “ficando perto” da depressão, citando o colega Ricardo Boechat, morto em um trágico acidente em 2019.

“Eu nunca experimentei a tal da depressão. Um dia o Boechat chegou para mim e falou: ‘Cara, de uma hora pra outra eu comecei a chorar sozinho. E é a pior coisa que existe’. Ele até expôs isso em artigos e na televisão. Eu não sei o que é depressão. Eu costumo dizer que eu deixo os outros deprimidos”, declarou.

Leia mais na Fórum.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247