Deputada Sâmia Bomfim envia à CPI da Covid "farta comprovação" de omissão da EBC na cobertura da pandemia

"Encaminhamos farta comprovação contendo diversas matérias relacionadas à pandemia, veiculadas pela EBC, que não apenas continham omissões propositais, mas também se apresentavam de modo a induzir o público ao erro", afirmou a deputada Sâmia Bomfim (PSOL-SP) no documento encaminhado ao relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL)

www.brasil247.com - Deputada federal Sâmia Bomfim, a EBC e um cemitério com vítimas da pandemia
Deputada federal Sâmia Bomfim, a EBC e um cemitério com vítimas da pandemia (Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados | ABr)


Revista Forum - A deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) encaminhou ao relator da CPI do Genocídio, senador Renan Calheiros (MDB-AL), nesta sexta-feira (1), um conjunto de materiais que comprovam omissão e negligência da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) na cobertura da pandemia do coronavírus. A EBC, que mantém a Agência Brasil, a TV Brasil e a Rádio Agência Nacional, é uma empresa pública que, por lei, deve ser educativa, informativa e científica. Desde o início deste ano, no entanto, que funcionários dos veículos têm denunciado imposição de censura por parte da chefia para que as reportagens sobre a Covid-19 não dessem uma dimensão real da gravidade da crise sanitária, criando um direcionamento editorial enviesado no sentido de proteger o governo na cobertura da pandemia.

"Há pelo menos 06 (seis) meses é de conhecimento do Ministério das Comunicações que a direção da EBC vem negligenciando e omitindo informações relevantes na cobertura do combate ao novo coronavírus (Sars-Cov-2). Por ocasião do RIC nº 214/2021, encaminhamos farta comprovação contendo diversas matérias relacionadas à pandemia, veiculadas pela EBC, que não apenas continham omissões propositais, mas também se apresentavam de modo a induzir o público ao erro. Com ares negacionistas, de viés antivacina e suporte pseudocientífico, uma verdadeira propaganda da desinformação foi colocada em prática pelos veículos de comunicação da empresa", escreveu Sâmia no documento enviado nesta sexta-feira à Comissão (leia a íntegra na Revista Forum).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247