Deputados acusam a Scotland Yard de colecionar fracasssos no caso Murdoch

Relatrio do comit parlamentar britnico aponta que no houve empenho das foras de ordem para ultrapassar as barreiras impostas pela News International na prtica dos grampos

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais – « Não houve vontade das forças da ordem para superar a falta de cooperação da companhia News International no caso dos grampos ». Essa foi a conclusão dos deputados do Reino Unido. Um relatório de um comitê parlamentar britânico acusa a Polícia Metropolitana de Londres (Scotland Yard) de ter colecionado fracassos na primeira investigação sobre as escutas telefônicas ilegais do tablóde News of the World.

Os deputados criticam principalmente as "tentativas deliberadas" do News International para atrapalhar a investigação, que começou depois que o escândalo veio à tona pela primeira vez, em 2006. Além disso, o comitê pede um financiamento maior ao governo à polícia que apura o escândalo. Segundo seus membros, qualquer atraso em sua conclusão adiará a investigação judicial proposta pelo primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron.

Hoje de manhã, o homem que tentou agredir o magnata da imprensa Rupert Murdoch durante seu depoimento no Parlamento, com um prato de espuma branca, foi acusado de perturbação da ordem pública, informou a Scotland Yard. Jonathan Mai-Bowles, de 26 anos, ganhou liberdade após pagar fiança, mas deverá apresentar-se nesta sexta-feira à Corte de Magistrados de Westminster.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email